Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

Preconceituoso, nunca!


 

 preconceito

Essa é uma frase tipicamente brasileira. Uma típica estrutura de uma cultura que aprendeu a ocultar seus defeitos e mostrar para os outros uma imagem melhor do que realmente é. Até criou-se um jargão conhecido como “..feito para gringo ver”.

Lamentavelmente nesse país racismo e preconceito andam de mãos dadas. O primeiro vem associado a nossa história com a escravidão. Até hoje ainda se vê vestígios dessa cultura escravocrata que coloca-se como superior em relação a raça e credos. Religiões de origem africana ainda lutam por reconhecimento como religião, apesar da garantia constitucional.

A segunda, é muito mais ampla e manifesta-se mais claramente do que o racismo. Ela é cruel, por determinar a nichos específicos todo o seu desagrado e rancor. Muitas vezes se manifestando pelo humor, ironia ou simplesmente pelo ato de ofender. Negros, Putas, Gays, Nordestinos, Asiáticos, Portugueses, Argentinos são exemplos de uma sociedade que não é capaz de reconhecer em si a falta de consciência de que é preconceituosa e racista.

Confesso que desconheço algum país que por livre e espontânea vontade tenha optado em admitir seus erros mudar sua forma de ser só pela educação. Todas se utilizam de ações afirmativas, para que com os anos se alcance alguma paridade social. É o que precisamos nesse país. Intervenção do Estado para que com o tempo a sociedade passe a compreender, mesmo que de maneira coercitiva, aquilo que está previsto na Carta Magna em seu Art. 5, que faço questão de reproduzir:

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade,…

Mais do que ser politicamente correto, o respeito por minorias não deve ser subestimado. Está longe de ser uma frescura ou modismo. Não se assuste se as pessoas começarem a criticar você por falar frases como:

– Preconceituoso eu? Nunca! Eu tenho até amigos (gays, negros, argentinos, asiáticos…)

 Frases como essa não livram você de identificar seus defeitos. Tenho certeza que se algum desses grupos, de alguma forma viessem a entrar ou integrar a sua família, o discurso seria diferente. Seria a realidade confrontando os seus preconceitos e quebrando a máscara que a sociedade te emprestou.

Até que uma atitude afirmativa seja tomada, ainda veremos esses rodeios em a sociedade se esconde atrás de piadas e nunca se enxerga como responsável pelos próprios atos.

Comentários

comentários

Preconceituoso, nunca! by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.