Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

Nudez feminina


feminismo

Nos últimos dias, um dos assuntos que repercutiu na internet foi a última menina que saiu na Playboy, que fez um ensaio em Cuba e deixou a Che Guevara barbuda. Gente, p/ que tanto espanto com isso? Ninguém nunca viu uma mulher encalhada no inverno? Ainda bem que o tema do ensaio não foi Harry Potter, imagina se ela resolve homenagear o Dumbledore?

Mas por que eu estou falando isso? P/ prender a atenção de vocês, oras! Porque o tema de hoje é mulher pelada! Não se anime, safadjenho. Não vai ser putaria! Nessa semana, três mulheres semi-nuas resolveram se manifestar em frente à Câmara da minha cidade sobre os maus tratos com os cavalos das charretes daqui. Acho válido, acho importante, acho digno. Mas por que, semi-nuas? Porque a depilação não estava em dia p/ mostrar tudo.

O protesto delas teria tido menos valor se estivessem vestidas? Isso é algo que eu venho observando desde algumas manifestações do Femen, que eu sinceramente não entendo e não quero atacar ninguém gratuitamente, apenas iniciar um debate.

A Sarah Winter, líder do Femen Brasil deu a seguinte declaração: “Nossa ideologia é o sextremismo, uma forma de oposição ao machismo. E a nudez é usada pela sociedade patriarcal desde sempre, a mulher nua ou não vende todo tipo de produto. Já que somos mulheres, ao invés de vender produtos, vendemos ideias sociais. Como todo mundo gosta de olhar o corpo de uma mulher, usamos o nosso corpo para passar uma mensagem escrita no peito, um protesto.”

Eu sinceramente acho que a nudez disfarça um argumento fraco. Algo do tipo “vou pintar umas frases no peito p/ chamar atenção e vamos lá”. Não me crucifiquem, não sou machista! Só acho que se as mulheres querem ser reconhecidas como mais que um corpo, usá-lo dessa maneira só alimenta aquilo que vem se lutando para mudar. Não?

E falo isso pensando no Brasil, porque obviamente mulheres nuas num país onde se usam burcas, por exemplo, passaria uma mensagem impactante sobre a liberdade sexual das mulheres.

Mas aqui, sério? Você anda na praia, liga a TV, vai na Marquês de Sapucaí no Carnaval, vai na banca, é o que mais se vê.  Nem precisa procurar. A mulher pode sair na rua com apenas uma pintura corporal que não vai ser chocante.

Nísia Floresta e Bertha Lutz não precisaram mostrar os peitos p/ mudar a história. Elas usaram o que tinham de melhor e o que realmente é capaz de fazer mudanças: um cérebro.

Comentários

comentários

Nudez feminina by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.

Tags: