Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

Muitos Homens num só


“A moral é algo que fazemos questão nos outros.” (Dr. Antônio)

‘Muitos Homens Num Só’ marca a estreia da diretora carioca Mini Kerti em um longametragem da ficção. Com roteiro inspirado na obra de João do Rio (1881-1921), principal pseudônimo de Paulo Barreto, a trama central relembra a história de um personagem célebre da história do Rio de Janeiro do inicio do século XX – Arthur Antunes Maciel, conhecido por Dr. Antônio, um verídico e ousado ladrão de hotéis, que usava diversos nomes para aplicar seus golpes. Foi o livro ‘Memórias de um Rato de Hotel’ que serviu de base para descortinar outras obras memoráveis do famoso cronista e jornalista que narrava o cenário carioca durante a primeira década do século XX. ‘Muitos Homens Num Só’, distribuído pela Downtown Filmes, foi o grande vencedor do Cine PE de 2014, com dez troféus, incluindo Melhor Filme, prêmio do público, Direção, Roteiro, Melhor Atriz para Alice Braga e Melhor Ator para Vladimir Brichta.

Protagonizado por Vladimir Brichta, o filme romanceia a história do criminoso que vivia no Rio de Janeiro. Apaixonado por Eva, uma mulher casada, interpretada por Alice Braga, o ladrão vê sua liberdade colocada em risco pelo romance. Eva, que tem dons de desenhista, mas tem sua vida atada às vontades do marido (Pedro Brício), é a personagem-título de uma peça teatral do mesmo autor.

Ao longo de sua jornada de furtos, a polícia se desdobra para encontrar Dr. Antônio sob a orientação de Félix Pacheco, que procura um método de identificação capaz de encontrar, organizar e catalogar os cidadãos. O jornalista, fundador do Gabinete de Identificação e Estatística da Polícia, é interpretado por Caio Blat. O ator Silvio Guindane também está no elenco, no papel do jornalista Barreto, inspirado em João do Rio. Félix Pacheco e João do Rio eram colegas de profissão.

O cenário é um Rio dividido entre dois mundos, a marginalidade e a nobreza, espalhados por uma cidade atenta às descobertas, e em transformação em direção à modernidade, como narrou tantas vezes João do Rio em livros, peças e seus textos publicados ao longo de 10 anos no jornal ‘Gazeta de Notícias’.

‘Muitos Homens Num Só’ foi filmado em quatro semanas, entre dezembro de 2012 e janeiro de 2013, em diversas locações no Rio de Janeiro e em Petrópolis (RJ). Na cidade serrana, as filmagens aconteceram na Casa dos Sete Erros, uma construção com decoração original de 1884, onde foram ambientados os quartos do Hotel dos Estrangeiros (nunca usados como locação anteriormente). No Rio de Janeiro, locações externas como o topo do Morro Dona Marta, Praia Vermelha, Glória e Quinta da Boa Vista tiveram pós-produção digital para retirar os traços atuais como carros, barcos, ônibus etc. A Câmara dos Vereadores, o Real Gabinete de Leitura Portuguesa e a Biblioteca da Assembleia Legislativa Do Rio – essa última também nunca antes usada como locação – serviram de cenário.

[yasr_overall_rating]

Comentários

comentários

Muitos Homens num só by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.