Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

Meu namorado é um zumbi


meu-namorado-e-um-zumbi

Sabendo que renderia uma coluna aqui e porque tenho uma curiosidade que beira ao masoquismo, assisti a “Meu namorado é zumbi” e sinceramente, não conseguiria explicar em palavras o quanto o filme é ruim. Mesmo que falasse que é a maior merda já feita, ainda estaria sendo generosa…

Mais uma vez, é inevitável uma comparação com Crepúsculo, começando pela mocinha que é a cara da Kristen Stewart loira, e o me recuso a chamar aquilo de zumbi  R, que consegue ser mais frouxo e meloso que Edward.

Vamos à história, sim, vou contar tudo mesmo, porque duvido que alguém vá querer se torturar vendo isso…

Os zumbis são criaturas lentas e mais conservadas que as atrizes da Globo, que ficam grunhindo e andando por aí, e de vez em quando, conseguem pronunciar umas palavras. Em seu último estágio de decomposição, eles começam a comer a própria carne e se tornam esqueletos, chamados no filme de Ossudos, que são rápidos como os quenianos na São Silvestre.

Julie vive numa parte da cidade, isolada por um muro que separa os humanos daquilo que eles chamam de zumbis, e sai com seu namorado e um grupo de amigos para conseguirem remédios do lado de fora. Claro, eles se deparam com R e sua trupe, que são a cara daqueles excluídos e antissociais que todo mundo já estudou “zumbis” (HAHAHAHAHAHAHA) e os atacam. R come o cérebro do namorado de Julie, e então, adquire seus sentimentos e lembranças e se apaixona por ela. Não, o filme não é uma paródia (e isso, talvez, seja o mais chocante). Querendo protegê-la dos outros, ele passa MERDA na cara dela, para que o cheirinho de bosta camufle seu cheiro de humana, e a leva para um avião, que é sua moradia. Da onde vem a bosta, além do roteiro, é um mistério….

Lá, Julie em cena digna de Bella e Edward fica perguntando “O que é você?”, e descobre uma coleção de discos de R. Aí, começa a tocar Patience do Guns n’ Roses e o zumbizinho fica de olhinhos fechados sentindo a música. Só faltou Zombie do Cranberries na sequência… Julie então, coloca um disco de Bruce Springsteen e toca Hungry Heart (tentativa de ironia do filme) e logo depois, vem Blowin’ in the wind de Bob Dylan. Creio que essa foi a parte em que tentaram salvar, pelo menos, a trilha sonora…

Em uma cena, Julie está com fome, então R a leva para uma lanchonete p/ comer e aparecem vários zumbis. O que você faz numa hora dessas?

a) Corre p/ cacete ou b) Fica chorosa e dá a mão ao zumbi.

Nem preciso dizer qual opção foi a escolhida e diante de tal gesto, o que os zumbis fazem? DEIXAM ELES ESCAPAREM e eles fogem, indo parar numa casa abandonada. Durante a noite, ela foge e volta p/ casa.

Porém, o belo gesto dos pombinhos desencadeia uma reação nos zumbis, onde eles começam a lembrar de sua humanidade,  a sonhar e a sentir coisas.

R, com saudades, procura a amada e vai atrás dela. Mesmo com um muro gigante e homens armados, ele consegue entrar na cidade, achar a casa dela e fica parado diante de sua sacada. (Zumbi esperto e com bom senso de direção!) Julie, com vontade de tomar um ventinho, vai p/ sacada e vê o amado, numa cena típica de Romeu e Julieta. SÓQUENÃO!

Julie tenta mostrar p/ seu pai, um zumbi hater, que os zumbis estão voltando a vida, que são gente boa e tal e que vão ajudá-los a combater os Ossudos, que resolveram atacar todo mundo. Na “guerra”, que vem a seguir, mostra a união dos zumbis com os humanos no combate ao mal, e como a união faz a força e abaixo o preconceito! Orgulho zumbi! e essas po**as.

O casal fica rodeado de ossudos e a única opção é pular de um prédio num laguinho. Tendo salvo a chatinha mais uma vez, eles se beijam e ELE VIRA HUMANO. No melhor estilo filme da Disney, o amor o salvou da morte. O pai dela aparece doido p/ dar um tiro na cara dele, mas dá um no ombro só p/ sacanear. Como uma mocinha menstruada pela primeira vez, ele sangra e todos se chocam (porque zumbis não sangram) e se convencem que os zumbis são camaradas e estão voltando a vida. Aí o muro é derrubado (numa alusão à queda do Muro de Berlim HAHAHAHAHA) e humanos e as criaturinhas pálidas voltam a conviver e vivem feliz para sempre.

Pronto, economizei 1h37 da vida de vocês com meu breve, porém muito preciso, resumo do filme.

De nada!

 

Comentários

comentários

Meu namorado é um zumbi by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.

Tags:,