Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

AS MANIFESTAÇÕES DE 2013 por um olhar crítico de 2014

Do que adiantou ser revolucionário em 2013? Tomar as ruas, parar avenidas e dominar praças. Tudo isso não valeu de absolutamente nada. Todos os mortos e feridos, agora se entristecem do lado de lá. No Rio, o sucessor de Cabral, Pezão, está praticamente reeleito. Garantindo, portanto, mais quatro anos da trupe de Cabral (ou, turma do guardanapo) no poder. Na cidade maravilhosa a situação está tão crítica, que até um bispo me parece ser uma opção mais racional, o que é muito difícil de se admitir, principalmente, para mim, um ateu.

Do que adiantou toda aquela correria, todo aquele sofrimento das famílias e toda a repercussão mundial? Todo aquele dinheiro gasto em documentários para entender o que não é entendível, justificar o injustificável. Agora, mais de um ano depois, eu me pergunto, o por quê? Do que adiantou tudo, para reeleger Dilma Rousseff? Do que adiantou tudo, para, no final, perpetuar o PT no poder? É socialismo que vocês queriam? Não é o que parece, afinal, os mesmos que foram as ruas, estão se babando pelo novo modelo do Iphone. É anarquia? Sabem diferenciar um do outro? Ou não passava de um desejo concupiscente de aparecer na página do G1? Não sei, não participei. Estava no CAEx, em treinamento militar. Ouvia as histórias sobre o que estava acontecendo por aqui através dos oficiais assustados, falavam como se fosse um outro Brasil, cheguei a pensar que era pegadinha. Do que adiantou? No final, foi uma pegadinha.

A “mudança” é Aécio? Não. A “mudança” é Marina? Tão pouco. Mas, independentemente da oposição, uma delas deveria ser arriscada nesse momento. É a hora de ousar, o povo demonstrou isso. O PT já teve o seu tempo no poder. Avanços foram notados, claro, mas também, com a estabilidade da moeda, era o mínimo que Lula poderia proporcionar ao país. Dilma, em seus quatro anos de mandato, não trouxe nada de novo, e continuar com ela é um erro. Persistir no engano de 2010 é comprar um atestado de insanidade – já diria Einstein.

Objetivamente, valeu a pena? Respondo, já com um tom de desanimo, que sim. Espero que sim, na verdade. As eleições AINDA não acabaram, segundo turno é uma outra história. O castelinho de petróleo do PT tem reais condições de ruir ainda em 2014. A turma do guardanapo, no rio, ainda tem chances de voltar (definitivamente) a Paris. Resta para nós, gente de bem, torcer para que amanhã seja um outro dia. E que os problemas de hoje, sejam solucionados em tempo.

289222-970x600-1

Comentários

comentários

CC BY-ND 4.0 AS MANIFESTAÇÕES DE 2013 por um olhar crítico de 2014 by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.