Crítica – Coringa

O comediante falido Arthur Fleck encontra violentos bandidos pelas ruas de Gotham City. Desconsiderado pela sociedade, Fleck começa a ficar louco e se transforma no criminoso conhecido como Coringa.

Creative Commons License
Crítica – Coringa by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Brazil License.
3

Nossa Opinião

Primeira barreira a ser vencida: Estamos tratando de um Filme da DC. Isso já é motivo suficiente para além de ter um pé atrás, começar a elaborar motivos para encaixar o filme no que se chama de “Universo Cinematográfico da DC Comics”.
Entenda, desde que a DC/Warner começou  lançar seus filmes Super-Homem, Liga da Justiça, Batman vs Super Man, Aquaman, Mulher Maravilha (os dois últimos, que podemos classificar como filmes de origem dos personagens e de grande sucesso de bilheteria).
Dito isso devemos compreender que estamos falando de uma empresa tem como objetivo é LUCRAR. Então se a fórmula funcionar, ela será repetida até a exaustão (entenda-se Prejuízo). Então podemos presumir que o filme do Coringa se trata também de um filme de origem, certo?

ERRADO!

  • O filme já de início tenta se afastar do caos que se tornou a marca DC Comics, mostrando o logo apenas nos créditos.
  • Os fãs da DC, consideram que a origem do personagem se encontra na HQ Piada Mortal, que em nada tem haver com que se apresenta o filme.
  • Na sinopse do filme, já se deixa claro que estamos falando de uma versão do diretor Todd Philips em que se afasta de tudo que se conhecia da história do vilão.

então diante de um filme que é uma aberração tanto a fórmula que vinha sendo apresentado nos seus filmes anteriores da DC quanto ao legado do personagem no Universo da editora. O filme é um caça-niqueis que se der muito certo, se tornará o perfil do personagem e se não der, é mais uma tentativa que não se conecta com o U.C.DC. (Universo Cinematográfico da DC).

Isso significa que o filme é ruim?

ERRADO!

O filme é bom atuação do Joaquim Phoenix é tão primorosa que acreditamos na sua indicação ao Oscar.

Conclusão:

O filme é bom e deve muito ser assistido. Entretanto ele não fala do Coringa da DC.  Qualquer nome poderia substituir o que não deixaria de ser um bom filme para se assistir. Mesmo com a forçação de barra no final do filme (sem spoilers) para se conectar com a DC, vale a pena assistir o filme mesmo não sendo fã da DC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *