Quizes e Testes Sempre uma coisa nova para você. Só clicar.

Crítica: IT – A Coisa

IT: A Coisa, o novo thriller de terror do diretor Andy Muschietti (“Mama”) e produzido pela New Line Cinema, é baseado no best-seller homônimo de Stephen King, uma das obras mais populares do autor, que tem aterrorizado leitores há várias décadas.

Um grupo de sete adolescentes de Derry, uma cidade no Maine, formam o auto-intitulado “Losers Club” – o clube dos perdedores. A pacata rotina da cidade é abalada quando crianças começam a desaparecer e tudo o que pode ser encontrado delas são partes de seus corpos. Logo, os integrantes do “Losers Club” acabam ficando face a face com o responsável pelos crimes: o palhaço Pennywise.

(se você leu o livro ou tem curiosidade em ler uma resenha sobre a obra recomendo essa. Acesse sobre sua conta e risco)

No elenco de IT: A Coisa estão Bill Skarsgård (“A Série Divergente: Convergente”, série “Hemlock Grove”) como o principal vilão da história, Pennywise. No conjunto de talentosos jovens atores do longa estão Jaeden Lieberher (“Destino Especial”), Jeremy Ray Taylor (“Alvin e os Esquilos: Na Estrada”), Sophia Lillis (“37”), Finn Wolfhard (série “Stranger Things”), Wyatt Oleff (“Guardiões da Galáxia”), Chosen Jacobs (ainda inédito “Cops and Robbers”), Jack Dylan Grazer (“Tales of Halloween”) e Nicholas Hamilton (“Capitão Fantástico”).

Andrés Muschietti dirige IT a partir do roteiro adaptado por Chase Palmer & Cary Fukunaga e Gary Dauberman. Roy Lee, Dan Lin, Seth Grahame-Smith, David Katzenberg e Barbara Muschietti são os produtores, com Richard Brener, Dave Neustadter, Walter Hamada, Marty P. Ewing, Doug Davison, Jon Silk e Niija Kuykendall assinando a produção executiva.

A competente equipe de criação por trás das câmeras inclui o diretor de fotografia Chung-Hoon Chung (“Eu, Você e a Garota que Vai Morrer”), o desenhista de produção Claude Paré (“Planeta dos Macacos: A Origem”), o editor Jason Ballantine (“O Grande Gatsby”) e a figurinista Janie Bryant (série “Mad Men”).

Uma produção da New Line Cinema, IT: A Coisa tem lançamento previsto para 7 de setembro de 2017 no Brasil, com distribuição da Warner Bros. Pictures, empresa da Warner Entertainment Company

  • Crítica do filme somente no site. Acesse

 

Nossa Avaliação
4

Nossa Opinião

Para aqueles que vão adentrar o mundo de Stephen King um alerta: Provavelmente você ficará perturbado com a forma que ele conta sua história. Não sei se essa “perturbação mental” que é o principal atrativo em suas obras. O que sei é que ele é um ótimo contador de histórias. Nessa adaptação para o cinema, muito feliz por sinal, o espectador é reapresentado a Pennywise e ao grupo de jovens de Derby no estado do Maine, nos Estados Unidos. O filme é brilhantemente apresentando sem ser uma série de jump-scares como geralmente se encontra em filmes do gênero (aqui eu opto em não definir gênero por até entender que ele seja um ótimo suspense gory.Talvez classificá-lo apenas como uma filme de Terror seja menosprezar a obra). Adaptação perfeita, escolha do cast muito acertada, fotografia impressionante. Recomendo muito, porém deixo um alerta para as pessoas: O conteúdo do filme pode ser MUITO PERTURBADOR para pessoas sensíveis.

.

Comentários

comentários

Crítica: IT – A Coisa by Paranóia Magazine Digital is licensed under a Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International License.